Loading...

sábado, 25 de julho de 2009








E nesta amargura, inventar um universo ...

-------------



Fico assim, prisioneira de um amor que não vivo mas, que vive em mim ...



---------------


Sabor cuando su nombre termina este mar son mis ojos, la apertura de los botones minh'alma de ...


Nenhum comentário: