Loading...

domingo, 17 de outubro de 2010

* * * INFINITA ESPERA * * *






















Espero por ti ...
no infinito,
iuminada
pelo brilho
das estrelas
encantadas ...

4 comentários:

SolBarreto disse...

Lindo e eu AMO imagens assim!

reltih disse...

guau, muy delicado trabajo. me gusta.
un abrazo

Priscilla Marfori... disse...

Que lindo!
Você é doce!!!
B-Jos.

João Lenjob disse...

Seria você uma constelação destas estrelas??
Obrigado pela gentileza da visita. Tenho andado tão apertado que pouco visitei blogs esta semana. Mais tarde atualizarei o meu, http://lenjob.blogspot.com, com mais cinco poemas e por gentileza não deixe de ir ao blog mais cultural do Brasil, o Castelo do Poeta, http://castelodopoeta.blogspot.com que tem um belo video de uma sambista brasileira na Itália e uma extraordinaria entrevista com a cantora Érika Machado. Se tiver facebook me adicione com este link, http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100001633062137.
Beijo!!!

João Lenjob

Abajur Desligado
João Lenjob

A tua luz é tão inerte
Pura, minha
Ela me ilumina eternamente
Me cativa suavemente
E nem preciso vê-la
Posso somente senti-la
Posso tê-la sempre
Como um abajur desligado
O teto apagado
E a noite tão escura
Não preciso de outra luz
Preciso somente de teu brilho
E tão precisamente do teu calor
Que me aquece em noites frias
Que me cobre em momentos sós
Como a intensidade de todas as cores
E o teu objeto de tantos amores
A tua presença como de todas as flores.